- PUBLICIDADE -

Governo fará aquisição de vacina chinesa, diz diretor do Butantan

Vacina chinesa deve chegar no começo de 2021, diz Butantan

Em São Paulo, a vacina produzida por laboratório chinês já está na terceira fase de testes.

- PUBLICIDADE -

Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, afirmou, nesta quarta-feira (26), que o governo Jair Bolsonaro fará aquisição das vacinas contra coronavírus produzidas no Estado de São Paulo.

O governo João Doria (PSDB) desenvolve e testa, em parceria com um laboratório da China, a vacina Coronavac.

A declaração foi feita por Covas após reunião com o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello para negociar o investimento de R$ 1,9 bilhão para produção de 120 milhões de doses de vacina.

“Quando nós ofertarmos a vacina ela terá, obviamente, um custo e isto o ministro garantiu que vai, seguramente, colocar na pauta do programa nacional de imunização”, disse Covas.

Ao ser questionado pelos jornalistas se o ministro se comprometeu com esses valores, Covas disse que “na realidade ele disse que fará a aquisição das vacinas”, informa o portal UOL.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -