- PUBLICIDADE -

Governo indica pastor para chefiar setor de índios isolados

Governo indica pastor para chefiar setor de índios isolados
- PUBLICIDADE -

O setor é considerado um dos mais sensíveis da Funai justamente por cuidar de populações indígenas vulneráveis.

O governo Jair Bolsonaro nomeou, nesta quarta-feira (5), o pastor Ricardo Lopes Dias como coordenador-geral de Índios Isolados e Recém Contatados, da Diretoria de Proteção Territorial da Fundação Nacional do Índio (Funai).

Assinada pelo secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Luiz Pontel, a nomeação foi publicada no Diário Oficial da União.

Pontel é o número 2 na pasta comandada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. A Funai responde a esse ministério.

Lopes Dias é ligado à Missão Novas Tribos do Brasil (MNTB), uma organização missionária fundada nos Estados Unidos. Ele atuava como missionário evangelizando indígenas na região da terra indígena Vale do Javari, no Amazonas, informa o site Poder360.

Como era de esperar, diversas entidades ligadas ao movimento indígena se pronunciaram contra a decisão de nomear um missionário à frente da coordenação de Índios Isolados e Recém Contatados.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -