- PUBLICIDADE -

Governo ingressa com pedido de habeas corpus para Weintraub

Bolsonaro indica André Mendonça ao Ministério da Justiça
Imagem: AGU/Divulgação
- PUBLICIDADE -

“A medida visa garantir liberdade de expressão dos cidadãos”, diz Mendonça.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, apresentou um pedido de habeas corpus ao Supremo Tribunal Federal (STF) na madrugada desta quinta-feira (28).

Mendonça disse que a medida é uma tentativa de barrar o depoimento do ministro da Educação, Abraham Weintraub, na Polícia Federal (PF) após críticas feitas por ele aos integrantes do Supremo.

“A medida visa garantir liberdade de expressão dos cidadãos. De modo mais específico do ministro Abraham Weintraub e demais pessoas submetidas ao Inquérito”, disse.

Mendonça disse ainda que a medida também “visa preservar a independência, harmonia e respeito entre os poderes”.

Horas atrás, Mendonça havia criticado os mandados de buscas e apreensões contra aliados do presidente Bolsonaro no inquérito das fake news.

Em nota à imprensa, Mendonça afirmou que ao povo é garantido o “inalienável direito de criticar seus representantes e instituições de quaisquer dos Poderes”.

Na última terça-feira (26), Moraes determinou que Weintraub seja ouvido pela PF sobre declarações feitas em reunião ministerial do dia 22 de abril.

“Eu por mim botava esses vagabundos todos na cadeia, começando pelo STF”, disse Weintraub na ocasião.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -