Governo inicia estudos para baratear viagem a Noronha

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Ministro anuncia visita dias após o presidente Bolsonaro criticar taxa cobrada para acessar praias de Noronha.

O Ministério do Meio Ambiente, em parceria com a Embratur, prometem analisar a gestão de concessões em Fernando de Noronha, a fim de baratear os custos do turismo e atrair mais visitantes à região do Estado de Pernambuco.

Em pronunciamento nesta terça-feira (16), segundo o site Metrópoles, o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, declarou:

“O Ministério do Meio Ambiente tem a responsabilidade de avaliar instrumentos de gestão de concessões para analisar se estão sendo direcionados adequadamente. O presidente Jair Bolsonaro entende que é necessário analisar os custos que compõem os valores dos contratos a fim de que as concessões possam encontrar pontos para redução de valores.”

Ainda nesta terça, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, informou que vai a Noronha na quinta-feira (18) vistoriar os serviços prestados pela concessionária EcoNoronha, que administra as visitas no parque marinho da ilha.

“A cobrança não é feita pelo governo federal. A cobrança é feita pela concessionária em razão de estabelecimento de parâmetros desde a época da concessão. É isso que nós vamos verificar lá”, afirmou Salles, segundo o site G1.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.