Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Governo mira mercenários estrangeiros abrigados pelo Comando Vermelho

Paraguai expulsa outro líder do Comando Vermelho
COMPARTILHE

Além de milhares de afiliados, o arsenal do Comando Vermelho estaria na casa dos 5 mil fuzis.

Um relatório de inteligência do governo Jair Bolsonaro diz que o Comando Vermelho abriga “mercenários da África e Europa Oriental” no Rio de Janeiro.

De acordo com matéria publicada pela revista Veja, nesta segunda-feira (24), os mercenários têm experiência militar para treinar e armar a facção criminosa.

O Comando Vermelho é a maior facção do tráfico da capital fluminense. 

A inteligência do governo federal estima que a organização criminosa já possua um exército de 30 mil faccionados com braços no Acre e no Amazonas.

“Enquanto o STF conduz a política de segurança pública no Rio, o crime vai aumentando o efetivo e se especializando. Com seus braços no Norte, ele controla a cadeia da droga no Brasil. É uma Farc em criação, que pode sair do controle do Estado”, diz uma fonte do governo à revista Veja.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE