Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Governo ‘não tinha como prever’ colapso em Manaus, diz Mourão

Brasil e Argentina ‘têm de se ajudar mutuamente’ diz Mourão
Imagem: REUTERS/Florence Lo
COMPARTILHE

“O governo está fazendo além do que pode dentro dos meios que a gente dispõe”, diz Mourão.

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, comentou, nesta sexta-feira (15), sobre o colapso da saúde em Manaus, capital do Amazonas, em meio à pandemia de coronavírus

Mourão disse que o governo tem feito “além do que pode dentro dos meios que dispõe” para auxiliar no combate à segunda onda da covid-19

Em conversa com jornalistas, Mourão destacou que na Amazônia “as coisas não são simples” e citou os desafios de logística da região: 

 “O governo está fazendo além do que pode dentro dos meios que a gente dispõe.” 

O general acrescentou: 

“Manaus é a cidade mais populosa da Amazônia Ocidental e você só chega lá de barco ou de avião. Então, qualquer manobra logística para aumentar a quantidade de suprimento lá requer meios.” 

A capital do Estado do Amazonas sofre com a sobrecarga da rede de saúde e a falta de oferta de oxigênio para atendimento de pacientes. 

Mourão negou, contudo, que tenha ocorrido um despreparo do governo em termos de logística quanto à oferta de oxigênio: 

“Você não tem como prever o que ia acontecer com essa cepa que está ocorrendo lá em Manaus totalmente diferente do que tinha acontecido no primeiro semestre.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários