Governo não vai obrigar vacinação contra coronavírus, diz Bolsonaro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que a vacina chinesa será obrigatória no estado.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta sexta-feira (16), que o governo não vê a necessidade de obriga a população a tomar uma possível vacina contra o coronavírus.

O posicionamento de Bolsonaro ocorre após o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmar que a vacina chinesa será obrigatória no estado.

Em publicação em redes sociais, sem citar Doria ou o caso de São Paulo diretamente, Bolsonaro destacou trechos de duas leis: a lei 13.979, de 2020, e a 6.259, de 1975.

O presidente Bolsonaro escreveu que, apesar da autorização que a lei de 2020 prevê, o governo federal não vê necessidade de estabelecer a obrigatoriedade da vacinação e que não recomendará a adoção dessa medida pelos governos estaduais.

Além disso, Bolsonaro afirmou que o Ministério da Saúde “irá oferecer a vacinação, de forma segura, sem açodamento, no momento oportuno, após comprovação científica e validada pela Anvisa, contudo, sem impor ou tornar a vacinação obrigatória”.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.