Português   English   Español
Português   English   Español

Governo quer CPF funcionando como documento único

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Governo quer CPF funcionando como documento único

O governo Bolsonaro está finalizando um decreto que abre espaço para uma importante mudança nacional.

Dentro em breve, o Cadastro de Pessoa Física (CPF) passará a permitir que os cidadãos acessem serviços públicos sem a necessidade de outros documentos.

A proposta passa por ajustes e deve ser assinada pelo presidente Jair Bolsonaro nos próximos dias.

A iniciativa partiu do Ministério da Economia e da Controladoria-Geral da União, com o intuito de unificar o atendimento nas bases de dados federais, informa o Olhar Digital.

A proposta prevê que o número do CPF possa ser usado em substituição aos seguintes documentos:

  • Carteira de trabalho;
  • Carteira de identidade (RG);
  • Carteira de habilitação (CNH);
  • Cadastro em programas sociais;
  • Pis-Pasep;
  • Certificado de serviço militar.

No caso da CNH, contudo, o motorista ainda será obrigado a carregar a carteira de habilitação enquanto dirige, sendo que esta é uma exigência legal, registra o TecMundo.

A previsão do governo federal é de que a ideia seja colocada em prática já nessa semana, e estima-se que em um ano, todas as bases de dados sejam atualizadas e adaptadas.

Vale destacar que esse decreto não cria um documento único. Ele apenas força o serviço público a usar o número do CPF como substituto para os documentos citados acima.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

CANAL TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...