PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Governo quer usar biometria facial para certificação digital

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O sistema atual de certificação digital continuará em vigor. A biometria facial seria uma forma de baratear o acesso.

O Ministério da Economia avança projeto que gera uma alternativa ao modelo atual de certificação digital.

Controlado pelo ITI (Instituto Nacional de Tecnologia da Informação), o sistema, atualmente, exige do usuário uma chave criptografada, que custa até R$ 200 e tem de ser renovada de forma periódica. 

O valor é um dos motivos pelo qual apenas 2,5% da população do Brasil têm acesso a estas assinaturas digitais.

Já o novo sistema proposto pelo governo Jair Bolsonaro usará biometria facial, por meio de um aplicativo de celular, e aproveitará a base de dados da CNH (Carteira Nacional de Habilitação). 

A ideia começará a ser testada na Junta Comercial do Rio de Janeiro em 20 de fevereiro, informa o jornal Folha de S.Paulo.

Os técnicos da pasta do ministro Paulo Guedes que elaboram o modelo esperam que isso barateie o acesso às assinaturas digitais, ampliando assim o seu alcance.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.