Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Governo Trump demite número 2 do FBI no dia da aposentadoria

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

O vice-diretor do FBI, Andrew McCabe, ajudou a exonerar Hillary Clinton no caso dos emails e contribuiu com a abertura da investigação contra Trump com base em um dossiê falso financiado pelos Democratas.

O vice-diretor do FBI, Andrew McCabe, foi demitido nesta sexta-feira (16) pelo procurador-geral dos EUA, Jeff Sessions.

“Com base no relatório do Inspetor-Geral, nos resultados do Escritório de Responsabilidade Profissional do FBI e na recomendação do funcionário sênior do Departamento, demiti Andrew McCabe com efeito imediato”, disse Sessions.

A decisão, que foi motivada por vazamentos desautorizados de informações à imprensa, segundo o Departamento de Justiça, afeta diretamente a pensão que seria recebida pelo agente.

McCabe se tornou um alvo de parlamentares republicanos e do presidente Donald Trump por seu comportamento partidário na investigação do FBI sobre o uso de Hillary Clinton de um servidor particular de emails enquanto trabalhava como secretária de Estado. A polícia federal dos EUA não fez nenhuma acusação contra Hillary, mesmo com amplas evidências apontando para atitudes criminosas cometidas pela democrata.

Diversos comitês parlamentares liderados por republicanos realizaram inquéritos sobre se o FBI administrou mal a investigação sobre Hillary e apresentou parcialidade a favor dela. Democratas disseram que estes inquéritos possuem objetivo de prejudicar e distrair a investigação do procurador especial Robert Mueller sobre suposto conluio da campanha presidencial de 2016 de Trump com a Rússia.

McCabe já havia pedido demissão do cargo no dia 29 de janeiro, pouco antes do explosivo memorando que apontou partidarismo do FBI na investigação Trump-Rússia.

A situação ficou insustentável para McCabe depois que ficou confirmado que sua esposa concorreu a um assento no Senado estadual da Virgínia e recebeu doações do então governador da Virgínia, Terry McAuliffe, um aliado próximo de Hillary e do ex-presidente Bill Clinton.

 

Com informações de: [G1]

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM