Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

‘Graças a Deus ficamos livres dele’, diz Bolsonaro sobre Moro

Moro está cumprindo ordens de Bolsonaro para investigar PSL
COMPARTILHE

“Ele queria ainda uma portaria depois que multasse quem estivesse na rua”, disse Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a criticar o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, em conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília, nesta segunda-feira (1).

Ao comentar sobre o relato emocionado de um cadeirante sobre o armamento civil, Bolsonaro enfatizou que Moro dificultava a continuidade das políticas de flexibilizar a posse de armas de fogo para as “pessoas de bem”.

O chefe do Executivo chamou Moro de “covarde”:

“Para vocês entenderem quem estava do meu lado, essa IN [Instrução Normativa] 131 é da PF, mas [foi feita] por determinação do Moro. Ignorou decretos meus para a posse de arma de fogo para as pessoas de bem.”

Bolsonaro acrescentou:

“Por isso que naquela reunião secreta o Moro ficou calado de forma covarde. E ele queria ainda uma portaria depois que multasse quem estivesse na rua. Perfeitamente alinhado com outra ideologia que não a nossa.”

Confira o vídeo:

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários