Grampo da PF flagra petista ordenando compra de votos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Um grampo da Polícia Federal (PF) flagrou o candidato a deputado estadual do Acre Nil Figueiredo (PT) ordenando a compra de votos na eleição.

Segundo a PF, Nil Figueiredo orientava seus cabos eleitorais a oferecer “vantagens” aos eleitores.

Um dos diálogos interceptados pela Polícia Federal mostra Nil falando com um de seus cabos eleitorais que relata ter conseguido comprar 10 votos.

Eis a transcrição:

“Eu ajeitei ali pra coisar 10 aí… Um cara ali pra ‘negoçar’ 10”, disse o cabo eleitoral de Nil.

“Não entendi, como é que é?”, perguntou o petista.

“Eu ajeitei ali pro cara ajeitar 10.”

“10 de que?”, questiona o candidato.

“10 votos”, disse o homem.

“Ah, maravilha, ótimo!”, diz Nil.

“Eu dei dinheiro pro cara, lá, tá?”, avisou o interlocutor.

Ouça o momento (3min41seg):

Nil Figueiredo é presidente do Iteracre (Instituto de Terras do Acre). Ele e outros 7 servidores do órgão, que eram seus cabos eleitorais, foram presos nesta sexta-feira (19) pela Operação Democracia.

Além de compra de votos, o petista é acusado de transporte irregular de eleitores, uso ilegal de instalações públicas para fins eleitorais, peculato e associação criminosa.

Candidato a deputado estadual, Nil obteve 2.161 votos e não conseguiu se eleger.

 

Adaptado da fonte Poder360

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.