Português   English   Español

Grampo da PF flagra petista ordenando compra de votos

Um grampo da Polícia Federal (PF) flagrou o candidato a deputado estadual do Acre Nil Figueiredo (PT) ordenando a compra de votos na eleição.

Segundo a PF, Nil Figueiredo orientava seus cabos eleitorais a oferecer “vantagens” aos eleitores.

Um dos diálogos interceptados pela Polícia Federal mostra Nil falando com um de seus cabos eleitorais que relata ter conseguido comprar 10 votos.

Eis a transcrição:

“Eu ajeitei ali pra coisar 10 aí… Um cara ali pra ‘negoçar’ 10”, disse o cabo eleitoral de Nil.

“Não entendi, como é que é?”, perguntou o petista.

“Eu ajeitei ali pro cara ajeitar 10.”

“10 de que?”, questiona o candidato.

“10 votos”, disse o homem.

“Ah, maravilha, ótimo!”, diz Nil.

“Eu dei dinheiro pro cara, lá, tá?”, avisou o interlocutor.

Ouça o momento (3min41seg):

Nil Figueiredo é presidente do Iteracre (Instituto de Terras do Acre). Ele e outros 7 servidores do órgão, que eram seus cabos eleitorais, foram presos nesta sexta-feira (19) pela Operação Democracia.

Além de compra de votos, o petista é acusado de transporte irregular de eleitores, uso ilegal de instalações públicas para fins eleitorais, peculato e associação criminosa.

Candidato a deputado estadual, Nil obteve 2.161 votos e não conseguiu se eleger.

 

Adaptado da fonte Poder360

Deixe seu comentário

Veja também...