Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Grande mídia utilizando crianças para promover agenda globalista

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

Manipular negros, homossexuais e imigrantes ilegais não é suficiente para a grande mídia, agora eles estão estimulando protestos de crianças e adolescentes com objetivo de remover direitos constitucionais dos cidadãos americanos.

A velha imprensa sempre utilizou os assassinatos em massa nos Estados Unidos como artifício para propagar a narrativa desarmamentista.

Desta vez, com objetivo de retirar os direitos constitucionais da população norte-americana, eles perceberam que conseguem influenciar uma maior parte do país quando utilizam menores de idade para fazer o trabalho sujo.

Sim. As palavras dos mais jovens devem ser ouvidas. Mas, sejamos honestos, crianças estão longe de ser a voz da razão quando o assunto é política.

Desde o massacre na escola da Flórida, a grande mídia está estimulando protestos infantis contra a Segunda Emenda à Constituição dos Estados Unidos, que protege o direito do cidadão portar armas para impedir que um governo tirano retire as liberdades do povo norte-americano.

Um artigo publicado pelo jornal alemão DW intitulado “O novo rosto do movimento antiarmas nos EUA” deixa bem claro a narrativa manipuladora:

Após massacre em escola da Flórida, estudantes assumem liderança do ativismo contra as armas e exigem mudanças na legislação. Especialistas avaliam que estratégica de focar no lobby armamentista é acertada.

“O que é diferente desta vez é que os adolescentes que sobreviveram ao ataque colocaram uma face humana nele, e eles estão abordando o assunto com a superioridade moral e a energia típicas dos jovens”, avalia David Meyer, que estuda movimentos sociais na Universidade da Califórnia, em Irvine.

Vemos aqui um rapaz chamado David Meyer falando em superioridade moral de adolescentes. Qual a chance do jovem estudante de “movimentos sociais” em universidade no maior reduto democrata da América ter uma opinião isenta sobre o direito da população portar armas?

Vamos conferir a capa da CNN, principal fonte de desinformação mundial, nesta quinta-feira às 08:30 da manhã:

As matérias em destaque deixam claro a narrativa:

  • “Por que temos que fazer isso? Estudantes que sobreviveram ao tiroteio na Flórida encaram deputados, exigem controle de armas e escolas seguras.”
  • “Estamos ouvindo: estudantes falam sobre controle de armas.”

Não é de hoje que a CNN tenta impor o desarmamento nos Estados Unidos. Mas, utilizar o rosto de jovens traumatizados para impor a narrativa globalista é um comportamento muito vil. Até mesmo para a CNN.

Enquanto isso, o presidente Donald Trump parece estar disposto a tomar medidas concretas para evitar novos assassinatos em massa. Nos últimos dias, ele tem falado sobre melhorias no controle de antecedentes para compra de armas e chegou a sugerir professores armados nas escolas.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.