É ‘grave’ Bolsonaro recomendar hidroxicloroquina, diz Maia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“É até grave que o presidente trate desse assunto”, diz Maia sobre uso da cloroquina.

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, afirmou, nesta quarta-feira (8), que o presidente da República, Jair Bolsonaro, não deveria recomendar medicamentos para a população tratar a infecção por coronavírus.

Após ser diagnosticado com a Covid-19, Bolsonaro mantém uma campanha pelas redes sociais em favor da hidroxicloroquina, com direito a vídeo compartilhado tomando uma dose do remédio.

Em entrevista à emissora CNN Brasil, Maia declarou:

“Eu não acho que o presidente, nem eu, nem ninguém, deve ficar tratando de qual remédio orientar a sociedade a tomar. Isso é questão da área médica, e é até grave que o presidente trate desse assunto.”

E acrescentou:

“A gente não deve tomar conta daquilo que não cabe a cada um de nós, principalmente nessa área da medicina, que é uma questão muito séria e que precisa ter mais cuidado por parte de todos nós que somos agentes públicos.”

Maia completou:

“Esse tema é muito delicado. Um político que não é da área médica, ele, eu, nós não temos direito de tratar de medicamentos, do meu ponto de vista.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.