Greenpeace acusado de “crime contra a humanidade” por atacar transgênicos

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

109 prêmios Nobel criticaram a organização ambientalista por sua rejeição a “organismos geneticamente modificados em geral e o arroz dourado em particular”.

O Greenpeace acaba de sofrer um duro golpe.

Mais de uma centena de ganhadores do Nobel assinaram uma carta aberta contra a organização ambientalista por sua rejeição aos alimentos transgênicos.

O texto pede ao Greenpeace que “reconheça as conclusões das instituições científicas competentes” e “abandone sua campanha contra os organismos geneticamente modificados em geral e o arroz dourado em particular”.

O arroz dourado é uma variante criada em 1999 com genes modificados para produzir um precursor da vitamina A.

Segundo cálculos da Organização Mundial da Saúde, 250 milhões de crianças sofrem de uma carência de vitamina A, o que aumenta o risco de cegueira e outros problemas oculares.

Cerca de 500.000 crianças perdem a visão a cada ano por falta de vitamina A, e metade delas morre no ano seguinte à cegueira.

 

Com informações de El País

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as últimas notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque