Greenwald diz que Datafolha previu resultados ‘quase perfeitamente’

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Aqueles que afirmam que o Datafolha tem um viés anti-Bolsonaro estão além do irracional”, afirma Greenwald.

Assim como uma boa parte dos membros da velha imprensa, o militante norte-americano, Glenn Greenwald, utilizou as rede sociais, nesta segunda-feira (2), para comemorar o último levantamento divulgado pelo instituto Datafolha sobre a popularidade do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Escrevendo em inglês, Greenwald disse que “novos dados de uma das maiores empresas do Brasil mostram que o índice de aprovação de Bolsonaro continua caindo e a desaprovação subindo entre quase todos os grupos – incluindo seus próprios eleitores”.

“Bolsonaro não tem mais a maioria de aprovação entre nenhum grupo – os únicos dois onde ele se aproxima são os auto-identificados ‘empresários’ e os evangélicos”, acrescentou o editor e cofundador do site panfletário Intercept.

Em conversa com jornalistas, nesta segunda, o presidente Bolsonaro ironizou a divulgação da nova pesquisa Datafolha.

“Alguém acredita no Datafolha? Você acredita em Papai Noel?”, indagou Bolsonaro ao deixar o Palácio da Alvorada, em Brasília.

De volta ao perfil de Greenwald, o militante norte-americano saiu em defesa do instituto, alegando que “aqueles que afirmam que o Datafolha tem um viés anti-Bolsonaro estão além do irracional”.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.