- PUBLICIDADE -

Greenwald diz que operação da PF deve ser tratada com ‘ceticismo’

Greenwald diz que operação da PF deve ser tratada com 'ceticismo'

- PUBLICIDADE -

“Vale a pena tratar as reivindicações da nobre Polícia Federal com algum ceticismo”, disse Greenwald ao pedir a apresentação de evidências.

O militante norte-americano, Glenn Greenwald, editor e cofundador do site Intercept, utilizou a rede social Twitter para ironizar e questionar a Operação Spoofing, da Polícia Federal (PF), lançada nesta terça-feira (23).

Responsável pela divulgação de um suposto acervo de mensagens privadas de autoridades brasileiras obtidas ilegalmente, Greenwald prometeu continuar publicando “revelações bem interessantes” em meio ao primeiro movimento da PF contra acusados de atacar os celulares do ministro da Justiça, Sergio Moro, e do procurador Deltan Dallagnol.

Na noite desta terça-feira (23), citando Fabrício Queiroz, ex-assessor do atual senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o cofundador do Intercept ironizou a velocidade com a qual a investigação da PF encontrou os supostos hackers.

Já na manhã desta quarta-feira (24), citando um blogueiro de esquerda no Twitter, Greenwald disse que as “reivindicações da nobre Polícia Federal” deve ser tratadas com “ceticismo” até que “evidências” sejam apresentadas.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -