Greve dos caminhoneiros força cancelamento de três voos para Brasília

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Inframerica disse, inicialmente, que a razão do cancelamento foi a falta de combustível devido à greve dos caminhoneiros. Depois, mudou a versão e colocou a culpa no mau tempo em Guarulhos.

Três voos que vinham para o Aeroporto de Brasília na tarde desta terça-feira (22) foram cancelados.

Inicialmente, a Inframerica, administradora do espaço, disse que a medida havia sido tomada por causa dos protestos dos caminhoneiros que ocorrem em todo o país.

Às 16h35, a concessionária mudou a versão, afirmando que a razão foi o mau tempo no Aeroporto de Guarulhos.

Apesar de ter mudado de versão durante o dia, a Inframerica manteve a informação de que o combustível que viria para o Aeroporto de Brasília está contingenciado por causa dos protestos dos caminhoneiros.

De acordo com informações do G1:

Segundo a Inframerica, a frota de caminhões que traz o querosene de aviação (QAV) para o Terminal está retida no Entorno do DF. Por volta das 17h, quatro caminhões parados em Luziânia (GO) foram liberados por manifestantes. Até a última atualização desta reportagem, outros sete continuavam retidos em Cristalina (GO).

A concessionária disse que as operações na capital estão garantidas até esta terça-feira (22) e emitiu nota em que “lamenta o transtorno que a situação pode gerar aos passageiros”. No texto, a Inframerica cobra “o inegociável direito à segurança das operações aeroportuárias”.

A administradora recomendou também que os passageiros busquem informações junto às companhias aéreas.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.