Português   English   Español

Greve geral na Nicarágua aumenta pressão contra Daniel Ortega

A Nicarágua amanheceu nesta quinta-feira (14) em greve geral convocada por uma aliança opositora para pressionar o esquerdista Daniel Ortega a cessar a repressão e renunciar ao cargo de Presidente.

A ferrenha repressão governamental – com apoio de paramilitares – cotra as manifestações populares já deixou mais de 150 mortos em quase dois meses de protestos.

De acordo com informações do BOL:

A paralisação de 24 horas, em um país já semiparalisado por bloqueios de estradas e protestos de rua iniciados em 18 de abril, foi convocada pela Aliança Nacional pela Justiça e Democracia, que aglutina estudantes, empresários, camponeses e a socidade civil.

Até a Igreja católica, mediadora no diálogo entre o governo e a oposição, acolheu a convocação de paralisação.

Os bispos católicos também convocaram o governo e a oposição a retomar o diálogo para buscar uma saída para a crise política.

A Mesa Plenária do Diálogo Nacional foi convocada para esta sexta-feira, quando deverá ser apresentada a resposta de Ortega à proposta da Conferência Episcopal de antecipar as eleições como parte de um plano de democratização.

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter