Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Greve nos portos da Argentina: exportações de grãos paralisadas

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Greve nos portos da Argentina: exportações de grãos paralisadas
COMPARTILHE

Trabalhadores exigem redução de jornada de trabalho. Paralisação deve durar 24 horas.

As exportações de grãos da Argentina estão paralisadas desde o início desta segunda-feira, 28 de setembro, após a suspensão do carregamento de navios.

A greve começou após o sindicato Urgara, que representa trabalhadores portuários do país, não entrar em acordo coletivo de trabalho com a câmara empresarial que representa os donos de terminais privados, destaca o jornal Valor Econômico.

A Câmara de Portos Privados confirmou que a paralisação dos trabalhos teve início à meia-noite de hoje.

Os trabalhadores da Urgara são fundamentais para a operação dos portos e embarque de grãos da Argentina, pois verificam a qualidade dos grãos antes que estes sejam embarcados nos navios.

O sindicato disse antes que teria uma reunião na terça-feira (29) com o ministro do Trabalho, Claudio Moroni, para discutir uma possível conciliação com a câmara dos portos, destaca a agência Reuters.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram