Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Grupo Boticário não vai mais usar o termo ‘Black Friday’

REDAÇÃO RENOVA Mídia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

Grupo Boticário não vai mais usar o termo ‘Black Friday’
COMPARTILHE

A decisão do Boticário tem como foco uma suposta origem racista do famoso termo “Black Friday”.

Artur Grynbaum, presidente do Grupo Boticário, anunciou, nesta terça-feira (29), o adeus da companhia ao termo “Black Friday“. 

A decisão do Boticário busca chamar a atenção do mercado sobre uma suposta origem racista do termo “Black Friday” e pensar em novas possibilidades.

Em publicação no LinkedIn, Grynbaum explicou que o período de descontos continuará existindo em 2020, mas com um novo nome para a ocasião: “Beauty Week”. 

Segundo a revista Exame, Grynbaum espera contar com o apoio de outros executivos do Brasil:

“Convido aqui minhas e meus colegas, lideranças empresariais em todo o país para se juntarem a nós e repensarem suas Black Fridays, batizando-as com outros nomes, que façam sentido para cada empresa e setor.” 

E acrescentou:

“Afinal, não estamos falando ‘só’ de uma mudança no termo: está em pauta aqui o caminho para alcançarmos o sucesso responsável e dar mais uma contribuição para uma nova perspectiva de raça na sociedade, com senso de urgência e coragem.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram