- PUBLICIDADE -

Grupo de Lima pode ser ampliado para conter Nicolás Maduro

Grupo de Lima pode ser ampliado para conter Nicolás Maduro

- PUBLICIDADE -

Após ter cortado relações diplomáticas com a Venezuela, o Paraguai está em discussões com o Brasil para ampliar o Grupo de Lima.

O fórum é composto atualmente por 14 nações e tem servido como principal instrumento de pressão contra a ditadura de Nicolás Maduro.

O Grupo de Lima também vê o Brasil como “ponte” para convencer China e Rússia, hoje alicerces internacionais para a sobrevivência política de Maduro, a mudar de posição, informa “O Globo“.

“É uma facilidade que tem o Brasil como membro dos Brics”, disse o chanceler paraguaio, Luis Castiglioni, à margem do Fórum Econômico Mundial, em Davos.

Para o ministro do Paraguai, é necessário mostrar aos chineses e aos russos como o regime da Venezuela é “pernicioso”.

Pequim, sobretudo, vem fazendo empréstimos bilionários a Caracas em troca de compromissos de fornecimento de petróleo no longo prazo.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -