- PUBLICIDADE -

Grupo jihadista usa 30 mil civis como escudos humanos na Síria

- PUBLICIDADE -

Jihadistas do Khaled bin Walid, grupo vinculado ao Estado Islâmico (EI), utiliza 30 mil civis como escudos humanos para impedir que o Exército da Síria entre nos territórios controlados por eles na província de Deraa.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou nesta quarta-feira (18) que os civis estão presos na região da bacia do rio Yarmouk, dominada pelos extremistas, no oeste de Deraa, enquanto as tropas sírias continuam a bombardear a área.

A fonte também afirmou que dezenas de veículos blindados e carros de combate pertencentes às forças de Damasco têm se desdobrado no oeste de Deraa para preparar uma ofensiva terrestre contra o grupo jihadista, que domina mais de 7% da província.

O Exército da Síria controla mais de 91% de Deraa, limítrofe com a Jordânia e com as colinas de Golã, ocupadas por Israel desde a Guerra dos Seis Dias, em 1967.

 

Com informações da EFE
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -