Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Grupo quer retirar mural de George Washington de escola nos EUA

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Grupo quer retirar mural de George Washington de escola nos EUA

O politicamente correto de grupo nos Estados Unidos está prestes a fazer mais uma vítima no mundo das artes.

Um distrito escolar do norte da Califórnia pode remover um mural do primeiro presidente dos Estados Unidos, George Washington, dos corredores de uma instituição de ensino após acusações de que a obra é ofensiva e degradante para os indígenas e afro-americanos.

A controvérsia começou depois que um grupo de trabalho determinou que o mural, composto de vários painéis, “traumatiza estudantes e membros da comunidade”.

Os defensores da manutenção do mural, que foi produzido há 83 anos, dizem que removê-lo ignora a intenção do artista e representa uma tentativa de apagar a história.

Os críticos têm se reunido nos últimos meses para determinar que a obra de arte é altamente problemática e que pode traumatizar estudantes.

Segundo Laura Dudnick, porta-voz do distrito, o grupo em questão é formado por membros da comunidade indígena local, estudantes, representantes de escolas, políticos, artistas locais e historiadores.

O grupo realizou quatro reuniões públicas entre dezembro de 2018 e fevereiro de 2019, durante as quais recebeu informações sobre o que fazer com o mural. A recomendação do grupo? Retirada do mural para proteger a experiência dos alunos, informa o site The College Fix.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias