Eslováquia, Hungria, Polônia e República Checa investem milhões para proteção das fronteiras da UE

Idiomas:

Português   English   Español
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Os quatro países da Europa Central reservaram 35 milhões de euros para ajudar as nações da União Europeia na proteção das fronteiras contra a imigração ilegal.


Em anúncio recente, os quatro países que compõem o grupo Visegrad informaram sobre o fundo milionário para tentar conter os problemas migratórios do continente europeu.

O primeiro-ministro da Eslováquia, Robert Fico, comentou a decisão dizendo:

Se queremos ver bons projetos no futuro – projetos que são efetivos – estamos prontos a investir ainda mais dinheiro, porque realmente queremos mostrar solidariedade.

Apesar da iniciativa, todos os quatro países do grupo Visegrad continuam recusando a política de cota migratória imposta pela União Europeia.

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

Robert Fico observou:

As cotas não funcionam, são ineficazes, a decisão sobre cotas realmente dividiu a União Européia.

 

Com informações de: (1)

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...