Grupos realizam protestos contra o aborto na Argentina

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Centenas de cidadãos da Argentina protestaram contra a descriminalização do aborto em frente ao Senado, que irá votar o projeto de lei no dia 8 de agosto.

O Senado da Argentina irá discutir o projeto que legaliza o aborto no país no dia 8 de agosto.

A proposta já foi aprovada pela Câmara dos Deputados e depende apenas da decisão dos senadores, já que o presidente Maurício Macri deve sancionar a medida.

Para tentar pressionar a decisão, diversos grupos protestam na porta do Senado contra o projeto que descriminaliza os abortos até a 14ª semana de gestação.

O coordenador da Fundação Elegi Sorrir, Marcelo Rossi, apontou:

A ideia da manifestação é dizer aos senadores que são a favor da vida que eles têm nosso apoio. Sabemos que isso transcende às questões partidárias e queremos pedir a reflexão daqueles que sejam a favor da aprovação dessa lei.

Os grupos também defendem outras opções para evitar a interrupção da gravidez.

Valeria Campaña, uma das manifestantes, declarou:

Seria preciso melhorar as leis de adoção, as leis da infância, para que as jovens possam ter uma vida mais sana sem ter de recorrer a um aborto, que nunca é seguro. Sempre há a possibilidade de a mulher morrer.

 

Com informações de Pleno.News

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.