- PUBLICIDADE -

GSI manterá segurança de Sergio Moro por seis meses

'Não tem nada ali apesar das matérias sensacionalistas', diz Moro
Imagem: Fátima Meira/ Futura Press/ Estadão Conteúdo
- PUBLICIDADE -

Sergio Moro vem recebendo ameaças desde a época em que atuava como magistrado. 

O presidente da República, Jair Bolsonaro, determinou ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI) que mantenha a segurança de Sergio Moro pelos próximos seis meses.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública recebeu ameaças antes de ocupar o cargo e também durante o período em que foi integrante do governo federal.

Anteriormente, o coordenador da Frente Parlamentar de Segurança Pública do Congresso Nacional, deputado Capitão Augusto, havia enviado um ofício ao presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, pedindo que a segurança de Moro fosse mantida.

De acordo com a revista Crusoé, o parlamentar disse que Moro “pode ser alvo de ataques contra sua integridade física e de sua família”. 

Augusto citou a atuação de Moro “como juiz na Operação Lava Jato” e as “ações desenvolvidas à frente do Ministério da Justiça e Segurança Pública” como motivos para manter a segurança do ex-juiz.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -