Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Guaidó denuncia militarização parcial do parlamento da Venezuela

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Guaidó denuncia militarização parcial do parlamento da Venezuela

Guaidó denunciou a militarização dos arredores do Parlamento da Venezuela. Maduro proíbe acesso de jornalistas ao prédio.

O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, denunciou, nesta terça-feira (11), a militarização parcial da sede do Assembleia Nacional.

A declaração foi feita pelo líder do Parlamento após membros da Guarda Nacional Bolivariana (GNB) impedirem a entrada de jornalistas para a cobertura da sessão ordinária.

“O Palácio Federal Legislativo segue militarizado hoje”, disse Guaidó, que é reconhecido por mais de 50 países como líder legítimo da Venezuela.

Depois da fracassada insurreição militar de 30 de abril, que foi liderada por Guaidó, os capangas do ditador Nicolás Maduro reforçaram a vigilância do Palácio Federal Legislativo e limitaram o acesso dos meios de comunicação.

Segundo o Sindicato Nacional de Trabalhadores da Imprensa (SNTP), a liberdade de imprensa na Venezuela foi alvo de pelo menos 2.020 ataques entre janeiro de 2013 e dezembro de 2018.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email