Guaidó denuncia sequestro e tortura de dois dos seus seguranças

Guaidó denuncia sequestro e tortura de dois dos seus seguranças
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Presidente interino venezuelano denuncia sequestro e tortura de dois membros de seu corpo de segurança.

O presidente encarregado da Venezuela, Juan Guaidó, denunciou, na última sexta-feira (12), que duas pessoas de seu corpo de segurança foram detidas e submetidas a torturas pela ditadura comunista de Nicolás Maduro.

Guaidó também salientou, em seu perfil na rede social Twitter, que os sequestrados são Erick Sánchez e Jason Parisi.

De acordo com o presidente interino, eles estavam em Caracas “guardando minha família enquanto estou em Trujillo”.

Guaidó também alertou sobre as possíveis torturas “a que estão sendo submetidos” e acrescentou: “Não vamos parar até recuperarmos a liberdade e o respeito pelos direitos humanos na Venezuela.”

A prisão do pessoal de segurança do chefe do Congresso ocorre em um momento em que o regime ditatorial comunista e o governo constitucional estão fazendo negociações sob a mediação da Noruega.

Compartilhe...

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...