Guaidó diz que ajuda humanitária ingressará nos próximos dias

Idiomas:

Português   English   Español
Guaidó diz que ajuda humanitária ingressará nos próximos dias
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A ajuda humanitária para enviada pelos Estados Unidos para a Venezuela está armazenada na cidade de Cúcuta, na Colômbia.

O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, afirmou neste domingo (10) que a ajuda humanitária começará a entrar no território do país “nos próximos dias”.

Após comparecer a uma missa dominical na capital Caracas, o líder opositor afirmou:

“A ajuda está em espécie nos centros de armazenamento e esperamos que nos próximos dias tenhamos o primeiro avanço de ingresso da ajuda humanitária.”

Além de Cúcuta, a expectativa é que a ajuda humanitária comece a se concentrar em outros dois centros de armazenamento, um no Brasil e outro em uma ilha do Caribe ainda não determinada.

No entanto, segundo informações do Ministério da Defesa, não há nenhum planejamento das Forças Armadas em andamento para transporte de ajuda humanitária através do território brasileiro.

A previsão era que remédios e alimentos armazenados em Cúcuta ingressassem na Venezuela através da ponte de Tienditas, uma moderna infraestrutura ainda não inaugurada que une os dois países.

No entanto, membros da Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militar) tomaram a ponte e bloquearam a entrada de veículos com três caminhões de reboque.

O ditador Nicolás Maduro segue afirmando que não existe nenhuma crise humanitária no País, conforme noticiou a RENOVA.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque