Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Guaidó organiza voluntários para recolher ajuda humanitária

Guaidó organiza voluntários para recolher ajuda humanitária
COMPARTILHE

Guaidó segue tentando fazer a ajuda humanitária internacional entrar na Venezuela. Maduro recusa entrada de remessas deste tipo.

O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, organiza neste fim de semana equipes de voluntários para buscar ajuda humanitária enviada pelos Estados Unidos na cidade de Cúcuta, na Colômbia.

Guaidó voltou a pedir que militares rompam com o ditador Nicolás Maduro e permitam a passagem de alimentos e remédios na fronteira.

Segundo o Estadão, o líder opositor declarou:

“Não é um capricho, nem migalhas. É uma necessidade. Se bloquearem a fronteira, abriremos um canal humanitário.”

A oposição pretende forçar o Exército a tomar uma decisão importante: seguir bancando Maduro ou ajudar a enfraquecê-lo permitindo a passagem de alimentos e remédios para uma população desesperada.

Muitos dos oficiais da Guarda Nacional Bolivariana (GNB) que protegem a fronteira tem baixas patentes e também sofrem com a crise.

Guaidó clamou:

“O momento é agora. Não cometam o crime contra a humanidade de permitir a morte de 300 mil venezuelanos que necessitam de ajuda urgente.”

Ainda de acordo com o líder opositor, os voluntários terão como objetivo buscar a ajuda na Colômbia e distribuí-la de forma eficaz na Venezuela, com transparência e sem discriminação política.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários