Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Guaidó rebate acusações de plano para assassinar Maduro

Guaidó rebate acusações de plano para assassinar Maduro
COMPARTILHE

Guaidó advertiu neste domingo (24) que aumentará a pressão nas ruas contra a ditadura de Maduro.

O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, disse que não vai permitir uma “distração” por “montagens”, depois que o ditador Nicolás Maduro o acusou de ter orquestrado um plano de assassinato.

Reconhecido como presidente encarregado da Venezuela por mais de 50 países, Guaidó afirmou:

“Não vão nos distrair com cenários montados e nossos perseguidos nos disseram claramente: ‘não vamos parar’.”

No sábado, Maduro acusou o presidente do Parlamento, que chama de “fantoche” dos Estados Unidos, de ter planejado um complô.

“Ao fantoche diabólico, acabamos de desmantelar um plano, que ele pessoalmente dirigiu, para me matar”, disse Maduro, segundo da RENOVA.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE