Guerrilha comunista mata dois soldados do Exército das Filipinas

Dois soldados do Exército das Filipinas morreram nesta sexta-feira (10) em um confronto com rebeldes da guerrilha comunista do Novo Exército do Povo (NEP) na província de Isabela, no norte do país.

Um encontro casual entre os militares e os rebeldes perto da cidade de Jones provocou um tiroteio no qual morreram os dois soldados e outros três ficaram feridos, confirmou a veículos de imprensa locais o capitão da 5ª Divisão de Infantaria do Exército, Jefferson Somera.

Também hoje 100 rebeldes do NEP atacaram a delegacia de polícia da cidade de Lapinig, na ilha oriental de Samar, e dois agentes ficaram feridos.

Os guerrilheiros saquearam a delegacia e levaram armas, telefones e computadores, confirmou o porta-voz da Polícia Nacional das Filipinas (PNP), o superintendente Benigno Durana.

Como consequência do fato, a chefia nacional da polícia anunciou que tinha demitido todos os agentes alocados na delegacia saqueada, assim como o diretor provincial da PNP, Romeo Campomanes, e o diretor regional, o superintendente Mariel Magaway.

 

Com informações da AFP
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia