Guerrilha marxista EPP executa brasileiro no Paraguai

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Guerrilha marxista mata brasileiro e exige fim de plantações de soja e desmatamento no Paraguai.

A guerrilha marxista paraguaia Exército do Povo Paraguaio (EPP) sequestrou o brasileiro Valmir de Campos, 48 anos, na última segunda-feira (20), em uma fazenda de San Pedro, no Paraguai.

O brasileiro extraia madeira no local. Documento obtido por um órgão de investigação nacional brasileiro aponta que ele foi encontrado morto, com 11 tiros.

Campos é sobrinho do prefeito da cidade de Coronel Sapucaia, localizada na divisa com o Paraguai, a 400 km de Campo Grande.

Segundo investigação da polícia paraguaia, ele foi sequestrado por seis homens munidos de armas de grosso calibre.

Na fazenda onde ele foi capturado, os guerrilheiros deixaram um panfleto exigindo o fim da plantação de soja e do desmatamento de áreas de florestais da região.

A ação de empresários do ramo agropecuário de origem brasileira em território paraguaio desagrada o EPP. Por isso, brasileiros residentes na área de fronteira já foram alvo da guerrilha.

 

Adaptado da fonte UOL

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.