Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Guerrilheiros do ELN matam militares da Colômbia

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Guerrilheiros do ELN matam militares da Colômbia
COMPARTILHE

A autoria do ataque foi atribuída pelas autoridades colombianas a guerrilheiros comunistas do ELN.

Dois militares da Colômbia foram mortos e três ficaram feridos em um ataque com explosivos no município colombiano de Tibú, fronteira com a Venezuela, no último sábado (28).

De acordo com o Exército colombiano, a ação, cometida com “um dispositivo explosivo improvisado” que foi arremessado contra o veículo dos militares, ocorreu de madrugada e foi realizada pela guerrilha comunista Exército de Libertação Nacional (ELN).

Com milhares de hectares de narcocultura, o norte de Santander é uma região disputada por diferentes grupos armados, como os rebeldes do ELN, dissidentes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e gangues de traficantes de origem paramilitar, informa a agência AFP.

Em julho, o presidente da Colômbia, Iván Duque, afirmou que a guerrilha ELN recruta menores de idade na Venezuela com a anuência do ditador Nicolás Maduro.

“Em território venezuelano, Nicolás Maduro, o ditador da Venezuela, está protegendo [o ELN]. Está dando dinheiro e está patrocinando o recrutamento de crianças para exercer mineração ilegal em lugares do território venezuelano”, disse Duque.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram