Português   English   Español

Haddad abre mão do aborto para tentar atrair evangélicos

Haddad abre mão do aborto para tentar atrair evangélicos

Assim como fez Dilma Rousseff na campanha de 2010, Fernando Haddad, candidato do PT este ano, está disposto a abrir mão de propostas de governo para tentar atrair o voto dos evangélicos.

O ex-prefeito de São Paulo apresentará nesta quarta-feira (17) uma “carta de compromissos” durante uma reunião com pastores. Fernando Haddad (PT) assumirá o compromisso de não enviar ao Congresso nenhum projeto para legalização do aborto.

Embora pessoalmente diga ser contra, sua vice Manuela D’Ávila (PCdoB) é uma ardente defensora da pauta, o que gera desconfiança de parte dos eleitores. Haddad também abrirá mão de propor a legalização das drogas, outra pauta defendida por Manuela.

A situação lembra o que ocorreu com Dilma, que teve apoio de diversos pastores durante a campanha, mas acabou rompendo com eles quando não manteve a promessa e tentou, por outras vias, descriminalizar a interrupção da gravidez.

 

Adaptado da fonte Gospel Prime

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...