Português   English   Español

Haddad acusa Bolsonaro de crime eleitoral por visita ao Bope

Haddad acusa Bolsonaro de crime eleitoral por visita ao Bope

A campanha de Fernando Haddad (PT) pediu que o Ministério Público Eleitoral investigue a visita de Bolsonaro à sede do Bope no Rio de Janeiro na segunda-feira (15).

Para os advogados do Partido dos Trabalhadores (PT), a visita de Jair Bolsonaro (PSL) configura crime eleitoral, pois a legislação proíbe atos de campanha dentro de prédios públicos.

Como cabe apenas ao Ministério Público dar seguimento a investigações por crime eleitoral, caberá à Procuradoria-Geral Eleitoral avaliar a representação da campanha petista. A Procuradoria Eleitoral é chefiada pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Se a Procuradoria entender que há irregularidade no caso, poderá pedir a abertura de uma ação ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

A visita de Bolsonaro ao Bope ocorreu na segunda-feira (15). O candidato conversou com policiais da unidade e divulgou um vídeo do encontro após a visita.

Adaptado da fonte UOL

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter