Português   English   Español

Haddad gasta mais do que arrecada; Bolsonaro economiza R$ 826 mil

Informações foram fornecidas pelos candidatos ao TSE. No primeiro turno, Alvaro Dias, Ciro Gomes e Geraldo Alckmin também fecharam no vermelho.

Faltando quatro dias para o segundo turno das eleições, a campanha do presidenciável Fernando Haddad (PT) gastou mais do que arrecadou.

O candidato do PT recebeu R$ 32.471.866,33 e contratou R$ 32.502.258,39 em despesas, o que resulta em um saldo negativo de R$ 30.392,06, conforme noticiou a Renova Mídia.

Adversário de Haddad na disputa pelo Planalto, Jair Bolsonaro (PSL) tem uma “sobra” de R$ 826.102,78. A campanha do deputado recebeu R$ 2.547.640,20 e contratou R$ 1.721.537,42.

As informações foram fornecidas pelos candidatos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Confira abaixo gráficos com os gatos e despesas dos concorrentes à Presidência:

Jair Bolsonaro (PSL)

Fernando Haddad (PT)

Adaptado da fonte Correio Braziliense

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter