Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Hashtag ironizando possível Nobel da Paz para Lula viraliza

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Hashtag ironizando possível Nobel da Paz para Lula viraliza

O comitê recebe até 31 de janeiro indicações de nomes para concorrer ao Prêmio Nobel da Paz.

O nome do presidiário Lula da Silva foi parar entre os sugeridos para o prêmio Nobel da Paz de 2019 após o esquerdista argentino Adolfo Pérez Esquivel enviar uma carta à comissão julgadora sugerindo a homenagem.

Esquivel, arquiteto e escultor argentino que ganhou o Nobel da Paz em 1980, chegou a lançar uma petição no site “Change.org” em busca de apoio popular para a indicação de Lula.

Na carta apresentada ao comitê norueguês do Nobel em setembro de 2018, Esquivel defende a indicação de Lula pelas políticas de combate à fome e pobreza.

No sábado (27), um conhecido jornal francês de extrema esquerda “L’Humanité” publicou uma edição dedicando a capa à campanha para a indicação do petista brasileiro.

Na manhã desta terça-feira (29), a hashtag #NobelParaLula chegou a ocupar o ranking dos tópicos mais comentados do Twitter brasileiro após um leve impulsionamento da militância petista na redes social.

Acontece que o destaque dado ao nome do ex-presidente do PT, condenado pela Operação Lava Jato por corrupção, chamou a atenção dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro no microblog.

A resposta dos direitistas à narrativa petista foi o impulsionamento da tag #NobelTáPresoBabaca, que já ocupa o posto dos assuntos mais comentados do Twitter brasileiro na tarde de hoje.

Confira algumas mensagens que estão circulando por lá:

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias