Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

‘Havia um conluio e o senhor foi absolvido?’, questiona Moro

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

Durante as nove horas de seu depoimento no Senado, Moro travou poucos embates mais acirrados, um deles com Paulo Rocha.

“Havia um conluio para condená-lo e o senhor foi absolvido?”, reagiu o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, após acusação do senador Paulo Rocha (PT) durante audiência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) nesta quarta-feira (19).

O parlamentar acusou o ex-juiz da Lava Jato de atuar para condená-lo em outra ação penal, numerada 470, o processo do Mensalão, no Supremo. Rocha disse que acabou absolvido pela Corte máxima.

Após o senador responsabilizar a Lava Jato pelo declínio econômico do Brasil, o ministro defendeu as investigações:

“Essas empresas estavam sistematicamente corrompendo agentes públicos. Quem é o culpado? O policial que descobre o fato? O juiz que julga? Ou aqueles que receberam ou pagaram propina? Nada ali foi feito além da revelação dos fatos.”

Rocha disse conhecer o que chamou de “método” de Moro desde o processo do Mensalão, no qual foi absolvido. O ministro rebateu:

“Quanto à ação penal 470, eu atuei apenas como um auxiliar dentro do STF (atuava no gabinete da ministra Rosa Weber). Quem profere a decisão é o STF. Eu nem me recordo se o senhor foi absolvido ou condenado.”

“Fui absolvido”, respondeu o senador. Moro, então, retrucou com certo espanto.

“Foi absolvido? Então eu não sei do que o senhor está falando. O senhor foi absolvido. Havia um conluio para condená-lo e o senhor foi absolvido?”

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.