Heleno denuncia inversão de valores na política de direitos humanos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A necessidade de um ministério para direitos humanos ‘é discutível’, diz o general da reserva Augusto Heleno.

O general da reserva do Exército Augusto Heleno, já anunciado como ministro da Defesa na gestão de Jair Bolsonaro (PSL), deu entrevista no Jornal Eldorado desta quarta-feira (31).

O militar disse que o Brasil está deixando a desejar no combate à criminalidade e há certa inversão de valores na discussão sobre direitos humanos hoje no País.

O general Heleno afirmou:

Direitos humanos são basicamente para humanos direitos. Essa percepção muitas vezes não tem acontecido.

Ele ressaltou, porém, que a questão dos direitos humanos é de “alta relevância”, mas disse que a necessidade de existir um ministério só para tratar do assunto é discutível.

“Se mudar a estrutura, não vai mudar sua importância”, afirmou o futuro ministro da Defesa.

 

Adaptado da fonte BR18

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.