Português   English   Español

Heleno reafirma interesse em facilitar a posse de armas no Brasil

Heleno reafirma interesse em facilitar a posse de armas no Brasil

Apontado como futuro Ministro da Defesa, o general Augusto Heleno reafirmou interesse em facilitar a posse, mas mostrou-se simpático a manter o porte de arma difícil no Brasil.

Se você acha que no governo de Jair Bolsonaro será facilitado o processo para portar uma arma para ir, por exemplo, ao supermercado, está enganado.

Em entrevista à revista Crusoé, o futuro ministro da defesa do governo Bolsonaro, general Augusto Heleno, afirmou que defende que o porte de armas seja controlado e dificultado.

“A ideia é criar mecanismos de controle para o porte. Não é sair jogando arma para o alto”, disse. Quando perguntado se “a ideia era facilitar a posse e dificultar o porte”, o futuro ministro concordou.

“Tem que ser muito mais dificultado que a posse”, respondeu.

Na entrevista, Heleno, porém, reafirmou a visão de Bolsonaro favorável à posse.

“Se houver consciência do bandido de que você tem uma arma e que a maioria da população tem arma, ele vai pensar duas vezes antes de agir”, disse.

O militar da reserva também explicou que “pesquisas no mundo mostram que é bom armar a população honesta e decente”.

 

Adaptado da fonte Boletim da Liberdade

Deixe seu comentário

Veja também...