Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Herdeira de Merkel desiste de disputar eleições na Alemanha

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Herdeira de Merkel desiste de disputar eleições na Alemanha

Apontada como sucessora de Merkel, a ministra AKK deixou claro que não disputará as eleições de 2021.

Annegret Kramp-Karrenbauer, ministra da Defesa da Alemanha, decidiu, nesta segunda-feira (10), que renunciará ao cargo de líder do partido da chanceler Angela Merkel, a União Democrata-Cristã (CDU).

Apelidada nacionalmente de “AKK”, a ministra permanecerá no cargo até a eleição de um novo líder. 

Dessa forma, a ministra, que era vista como sucessora natural de Merkel, não disputará o cargo de chanceler no próximo ano.

A imagem de AKK ficou enfraquecida após a controversa aliança entre membros de seu partido, liberais e a legenda direitista Alternativa para a Alemanha (AfD) para eleger Thomas Kemmerich como governador da Turíngia, como noticiou a RENOVA.

O caso provocou revolta no establishment político alemão. Merkel considerou o acordo com o AfD “imperdoável”.

“Tem que dizer que é um ato imperdoável e que, por consequência, o resultado (destas eleições) deve ser anulado”, disse Merkel.

Horas depois dos comentários de Merkel, o recém-eleito governador da Turíngia anunciou um pedido para dissolução do Parlamento desta região da Alemanha.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email