Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Herdeiro da Samsung é condenado por corrupção na Coreia do Sul

Herdeiro da Samsung é condenado por corrupção na Coreia do Sul
COMPARTILHE

Depois que o veredicto foi anunciado, o executivo foi imediatamente levado sob custódia.

Lee Jae-yong, herdeiro da Samsung, foi condenado, nesta segunda-feira (18), em Seul, a dois anos e meio de prisão por um caso de corrupção. 

Oficialmente, Lee é o vice-presidente da Samsung Electronics, fabricante líder mundial de smartphones e chips de memória. 

Na realidade, no entanto, foi ele que assumiu a liderança do conglomerado desde que seu pai, Lee Kun-hee, renunciou por problemas de saúde. O patriarca faleceu em outubro. 

Dessa forma, a prisão de Lee deixa a gigante de tecnologia da Coreia do Sul sem seu principal dirigente. 

Sujeito a um novo julgamento no caso que provocou o impeachment e prisão da ex-presidente Park Geun-hye, em 2017, Lee Jae-yong foi condenado por corrupção e por malversação de fundos. 

Em sua decisão, o Tribunal Distrital Central de Seul concluiu que ele “pagou subornos voluntariamente e pediu à presidente que usasse seu poder para facilitar sua sucessão tranquila” à frente do conglomerado. 

O executivo, de 52 anos, não respondeu aos questionamentos dos jornalistas quando chegou livre ao tribunal. Depois que o veredicto foi anunciado, ele foi imediatamente levado sob custódia. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários