Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Hezbollah apoia iniciativa da França no Líbano

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Brasil estuda classificar Hezbollah como organização terrorista
COMPARTILHE

"Sempre elogiamos a iniciativa francesa e estamos prontos para o diálogo e a cooperação”, diz o Hezbollah.

Hassan Nasrallah, líder do grupo terrorista Hezbollah, afirmou, nesta terça-feira (29), que apoia a iniciativa da França para a formação de um governo reformista no Líbano.

Em um discurso televisionado, Nasrallah pediu uma “revisão” do tom e da maneira de proceder:

“Sempre elogiamos a iniciativa francesa e estamos prontos para o diálogo e a cooperação […] com os franceses e com todos os amigos do Líbano, mas da forma como as coisas foram feitas no mês passado, a intimidação que houve, isso não deve continuar, ou não chegaremos a um resultado.”

E, segundo o portal UOL, completou:

“Esperamos que esta iniciativa tenha êxito. Peço que se reconsidere o método, o trabalho e a linguagem usada.”

Os partidos políticos libaneses, incluindo o do Hezbollah, prometeram ao presidente francês Emmanuel Macron, que visitou Beirute no início de setembro, formar um gabinete de ministros “competentes” e “independentes” dentro de duas semanas, como condição para destravar a ajuda internacional.

No entanto, no último sábado, como noticiou a RenovaMídia, o primeiro-ministro Mustapha Adib, nomeado em 31 de agosto, jogou a toalha.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram