Português   English   Español

Holiday atacado por apontar falhas na narrativa ‘Bolsonaro nazista’

Holiday atacado por apontar falhas na narrativa 'Bolsonaro nazista'

Fernando Holiday publicou um vídeo em seu canal no YouTube nesta terça-feira (16) apontando contradições na narrativa da esquerda brasileira sobre o suposto apoio da Ku Klux Klan a Bolsonaro.

O vereador Fernando Holiday (DEM-SP) está entre os assuntos mais comentado do Twitter brasileiro nesta quarta-feira (15). O termo “capitão do mato” é encontrado com facilidade.

Holiday, que também é membro do Movimento Brasil Livre (MBL), publicou um vídeo no YouTube falando sobre o suposto apoio do supremacista branco norte-americano David Duke ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

Todos os veículos de informações da grande mídia repercutiram a notícia publicada pela BBC Brasil na manhã de terça-feira (14). O jornal foi conversar com Duke, que é membro da Ku Klux Klan (KKK), sobre o candidato à Presidência do Brasil.

“Ele soa como nós”,  colocou em desta que o jornalista Ricardo Senra, responsável pela matéria, deixando claro o objetivo do texto: conectar Bolsonaro ao KKK.

A estratégia da grande mídia ao utilizar a entrevista com David Duke para atacar o direitista Bolsonaro não é nova. Dois anos atrás, o presidente norte-americano Donald Trump precisou vir a público, assim com Bolsonaro fez ontem, rejeitar qualquer apoio de supremacistas brancos.

Em seu vídeo, Fernando Holiday lembra que o próprio David Duke citou a relação de Bolsonaro com Israel como uma das suas grandes preocupações.

O candidato do PSL deu vários indícios de que guiará a sua política externa por caminhos semelhantes aos trilhados pelo presidente dos Estados Unidos. A relação de Donald Trump com o Estado judeu é uma das melhores entre as duas nações aliadas.

A esquerda brasileira, com apoio da grande mídia e da blogosfera petista, está tentando utilizar as declarações do membro do KKK para construir a narrativa de que Bolsonaro tem raízes “nazistas”.

Holiday, além de citar esta nítida incoerência,  também apontou para informações interessantes sobre a fundação do grupo racista Ku Klux Klan.

O vereador declarou:

David Duke, o ex-KKK, na década de 1960 pertenceu ao Partido Nacional Socialista da América. E os ideais de “igualdade” que pregavam são muito parecidos com os ideais fundantes do petismo e dos partidos que o apoiam.

“Mas desta vez o povo brasileiro está vacinado, não vamos cair nesta armadilha”, concluiu Holiday em seu vídeo, apontando que o PT sempre foi o grande causador da polarização do Brasil.

Em nenhum momento do vídeo, Fernando Holiday diz que a Ku Klux Klan é um grupo de esquerda. Mas isto não impediu que a militância esquerdista nas redes sociais partissem para o ataque.

Abaixo você pode conferir alguns comentários, um tanto quanto racistas, inclusive com o termo “capitão do mato, sobre o político do DEM:

Confira o vídeo e tire suas próprias conclusões:

Deixe seu comentário

Veja também...