Português   English   Español
Português   English   Español

Homem preso na Nova Zelândia por divulgar vídeos do massacre

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Homem preso na Nova Zelândia por divulgar vídeos do massacre

Philip Arps recebeu duas acusações por distribuição de material censurável com base na Lei Cinematográfica.

O homem de 44 anos é a segunda pessoa acusada de compartilhar o vídeo ao vivo dos violentos ataques contra duas mesquitas de Christchurch, na Nova Zelândia.

Philip Arps foi detido pela polícia neozelandesa na terça-feira (20), quatro dias depois dos ataques executados pelo australiano Brenton Tarrant, 28 anos, nesta cidade da Ilha Sul.

O massacre, que foi transmitido ao vivo pelas redes sociais, deixou 50 pessoas mortas e dezenas de feridos.

Arps recebeu duas acusações por distribuição de material censurável com base na Lei Cinematográfica.

O indivíduo foi detido após uma audiência na corte distrital de Christchurch. Uma nova audiência foi marcada para 15 de abril, informa o Correio Braziliense.

Compartilhe_

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email: