Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Hong Kong proíbe manifestação anti-China convocada para sábado

Hong Kong proíbe manifestação anti-China convocada para sábado
COMPARTILHE

As autoridades de Hong Kong temem que alguns manifestantes cometam “violência ou atos de destruição”.

A polícia Hong Kong proibiu uma nova manifestação contra a influência do regime comunista da China convocada para sábado, 31 de agosto, alegando razões de segurança e eventuais atos de violência.

As forças de segurança destacaram que em protestos anteriores alguns participantes provocaram “incêndios, bloquearam avenidas, usaram bombas incendiárias, tijolos, barras de metal e diversas armas artesanais para destruir bens públicos em grande escala, perturbar a ordem social e provocar ferimentos em outros”, informa a agência AFP.

A proibição foi anunciada quatro dias depois de, pela primeira vez desde o início das manifestações, um policial dar um tiro de advertência com arma de fogo durante um protesto.

A manifestação de sábado marcaria o quinto aniversário da recusa da China a aceitar reformas políticas em Hong Kong, o que desencadeou o “movimento dos guarda-chuvas”, com protestos durante 79 dias nas ruas, sem nenhuma concessão por parte de Pequim.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários