Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Hong Kong usa criatividade para criticar a Lei de Segurança da China

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Hong Kong usa criatividade para criticar a Lei de Segurança da China
COMPARTILHE

Cidadãos de Hong Kong buscam maneiras criativas de criticar a China sem correr o risco de prisão.

Os habitantes de Hong Kong estão utilizando métodos criativos para criticar a nova lei de segurança nacional promulgada, na última terça-feira (30), pelo regime comunista da China

A nova legislação classifica os protestos pró-democracia como subversão, secessão ou o conluio com as forças estrangeiras.

Para evitar serem processados por essas acusações, a população de Hong Kong recorre a trocadilhos imaginativos e até subvertem frases ou conceitos presentes no mais estrito dogma do Partido Comunista Chinês, no poder em Pequim.

Segundo a agência France-Presse, na ponte do distrito comercial de Causeway Bay, um dos epicentros das manifestações pró-democracia, pode-se ler em um grafiti recentemente desenhado: “Levante-se, você que se recusa a ser um escravo!”.

A frase é retirada da primeira estrofe do hino nacional da China.

E embora este grafiti possa perfeitamente ter sido escrito por um patriota nacionalista, é muito mais provável que seja uma declaração de oposição a Pequim e em discordância.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM