- PUBLICIDADE -

Hospitais da China matam bebês para erradicar uigures, diz médica

Hospitais da China matam bebês para erradicar uigures, diz médica
- PUBLICIDADE -

Médica em Xinjiang: hospitais matam recém-nascidos e forçam aborto para erradicar uigures.

Hospitais da China matam recém-nascidos e realizam abortos tardios na tentativa de diminuir a população muçulmana uigur em território chinês.

A denúncia foi feita por Hasiyet Abdulla, médica que trabalhou em Xinjiang, província chinesa onde a etnia está concentrada, e atualmente mora na Turquia.

Em uma entrevista à Radio Free Asia, Abdulla falou sobre seus 15 anos de trabalho em hospitais de Xinjiang.

Abortos forçados ocorreram quando a mãe estava “grávida de oito e nove meses”, disse a médica, acrescentando que a equipe do hospital ocasionalmente “até matava os bebês depois que eles haviam nascido”.

“Eles não davam o bebê aos pais – eles matam os bebês quando nascem”, disse ela.

“É uma ordem dada de cima, é uma ordem que foi impressa e distribuída em documentos oficiais. Hospitais são multados se não cumprirem, então é claro que eles fazem isso”, completou a médica.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -